Chuva também prejudicou Porto de Paranaguá

A Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) informou ontem que as chuvas que atingiram nas últimas semanas o Sul do País também prejudicaram o Porto de Paranaguá, no litoral paranaense. Uma batimetria feita nesta semana no Canal da Galheta, por onde passam os navios que entram ou saem do cais, revelou um "estreitamento significativo" e assoreamento do local. A Appa e a Secretaria Especial de Portos do Paraná consideram a situação tão delicada quanto a registrada no Porto de Itajaí, em Santa Catarina, que está fechado desde que sofreu sérios danos provocados pelas enchentes.Em razão disso, foi determinada uma dragagem emergencial a ser realizada nos próximos dias. Em um ofício enviado ao capitão dos portos do Paraná, Marco Antonio do Amaral Silva, a empresa Paranaguá Pilots Serviços de Praticagem, que fez a batimetria, sugeriu que haja restrição plena à navegação noturna e que navios acima de 250 metros de comprimento tenham calado máximo de 9,90 m (o atual é de 11,30 metros).Segundo a Appa, o ministro dos Portos, Pedro Brito, já garantiu apoio ao governo estadual para o trabalho de dragagem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.