Chuva volta a causar transtornos em Belo Horizonte

Centro-Sul foi região mais afetada; água arrastou carros e interditou o trânsito em vários pontos

Alex Capella, Especial para O Estado

03 de abril de 2014 | 20h14

BELO HORIZONTE - O forte temporal que atingiu Belo Horizonte na tarde desta quinta-feira, 3, voltou a causar transtornos na cidade. A região mais afetada foi a Centro-Sul, onde a água arrastou carros e interditou o trânsito em vários pontos. Na região Oeste, veículos também foram arrastados. Não houve vítimas.

A cidade praticamente parou em função dos congestionamentos. O Aeroporto Carlos Drummond de Andrade, na Pampulha, que teve a sua operação comprometida em função da chuva desta quarta-feira, 2, não foi afetado desta vez. Já o Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, não registrou cancelamentos nem atrasos nos voos. Apesar das chuvas, nenhum voo foi cancelado, segundo a coordenação da Infraero, que administra ambos os terminais.

No temporal desta quarta-feira, uma pessoa morreu arrastada pela enxurrada. Walmar Gonçalves Caldeira, de 43 anos, foi levado pelo Córrego do Onça, que transbordou. O corpo dele foi encontrado na manhã desta quinta-feira pelo Corpo de Bombeiros. De acordo com informações do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a previsão é a de que volte a chover forte na tarde desta sexta-feira.

Tudo o que sabemos sobre:
belo horizontechuvatranstornos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.