Chuvas adiam início do ano letivo em Pernambuco

O governo de Pernambuco decidiu hoje adiar por 15 dias o início das aulas na rede pública estadual, previsto para a próxima segunda-feira. A medida atinge 274 escolas estaduais localizadas em 66 municípios fortemente afetados pelas chuvas. O objetivo é o de não prejudicar os estudantes que estão com dificuldade de acesso ou desalojados no sertão, agreste e litoral sul. Para eles o ano letivo tem início no dia 26. Os desabrigados em Pernambuco ultrapassam os 11 mil e o governo estadual lidera a campanha Pernambuco Solidário, emparceria com empresas e instituições assistenciais, para arrecadar alimentos, colchões, cobertores e roupas para os que ficaram sem teto. Até ontem, 5.077 cestas básicas, 4,1 mil peças de roupa, 4,9 mil cobertores e 3,4 mil colchões haviam sidodistribuídos em abrigos de cerca de 30 municípios do interior, como resultado da campanha. Todo o Estado de Pernambuco está em emergência devido às enchentes. Além de 17 rodovias estaduais danificadas, as BRsque cortam o Estado apresentam problemas em alguns trechos, com interdições, dificultando o tráfego e prejudicando aeconomia. Hoje o governador Jarbas Vasconcelos (PMDB) se reúne com prefeitos de várias cidades afetadas pelas águas paradiscutir os prejuízos causados, os recursos necessários e as alternativas que podem vir a ser adotadas no curto, médio e longo prazos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.