Chuvas afetam 27 mil pessoas no Paraná, diz Defesa Civil

Foram atingidos 26 municípios, com 198 pessoas desalojadas e 61 desabrigadas; não há registro de mortos e feridos

Julio Cesar Lima, Especial para o Estado

23 Setembro 2013 | 12h15

CURITIBA - Subiu para 27 mil o número de pessoas atingidas pelas chuvas, inclusive de granizo, e vendavais no Paraná, segundo o balanço mais recente da Defesa Civil, divulgado na manhã desta segunda-feira, 23. No total foram atingidos 26 municípios com 198 pessoas desalojadas e 61 desabrigadas. Não há registro de mortos ou feridos. No fim da noite de domingo, 22, a Defesa Civil havia contabilizado 26,2 mil pessoas.

Os municípios mais atingidos foram Coronel Vivida, Dois Vizinhos, Corbélia, Marquinho, Prudentópolis e Salto do Lontra. Em Corbélia e em Prudentópolis, locais onde foram registrados os maiores prejuízos, o governo do Estado deve decretar estado de emergência. Até o momento, foram entregues 300 bobinas de lona para essas localidades.

"As prefeituras, com os apoios dos coordenadores regionais da Defesa Civil, estão concentradas para registrar as ocorrências e nos encaminhar; assim, conseguimos identificar as necessidades reais de cada município e ver se atingem os critérios determinados pelo governo federal para que se possa decretar situação de emergência", disse o chefe da Divisão de Defesa Civil, tenente coronel Edemilson Barros.

Com o decreto, a prefeitura passará a contratar serviços emergenciais com menos trâmites burocráticos e terá facilidade no acesso a recursos para a recuperação da cidade e ao repasse de telhas, cobertores, colchões, colchonetes. As famílias mais necessitadas têm prioridade no atendimento.

Mais conteúdo sobre:
ChuvaParaná

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.