Chuvas amenizam estiagem no Rio Grande do Sul

Seca interrompeu plantio em algumas regiões do Estado, mas ainda há cidades onde a chuva não foi suficiente

Solange Spigliatti, da Central de Notícias,

15 de maio de 2009 | 11h09

As chuvas registradas desde terça-feira, apesar de não terem normalizado o abastecimento de água em todo o Rio Grande do Sul, trouxeram um alívio para os agricultores e amenizaram os efeitos da seca. Com a chuva dos últimos dias já existe chance de retomar o plantio de pastagens e do trigo, interrompidos devido ao agravamento da seca nos últimos dias.

 

Veja também:

linkRio Grande do Sul deve ter mínimas entre 1ºC e 5ºC

linkTemperatura desaba e mínima é de 15ºC na capital

especial Confira a previsão do tempo para a sua cidade 

A Defesa Civil do Estado também registra melhor situação em pequenos poços e açudes, mas o volume das chuvas continua insuficiente para completar níveis de reservatórios e rios. Em alguns municípios e regiões do Rio Grande do Sul, a precipitação pluviométrica foi generosa, mas em outras o quadro ainda não melhorou.

Conforme a Defesa Civil, desde a última terça-feira choveu 145 milímetros (mm), por exemplo, em Alto Alegre. Em Doutor Maurício Cardoso foram 120 mm; Rodeio Bonito, 125 mm; Ronda Alta, 112 mm; e São Martinho, 175 mm.

 

Todos as cidades são do noroeste do Estado, uma das mais atingidas pela seca. O oposto, com chuvas em níveis insuficientes, ocorreu em, por exemplo, Ibarama, com 50 mm; Putinga, com 40 mm; Sobradinho, com 45 mm; São Borja, com 20 mm; e Santa Rosa, com 53 mm.

Mais conteúdo sobre:
chuvasRSestiagemsecaclima

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.