Chuvas de verão devem atingir São Paulo até a madrugada

A forte chuva que atinge pontos isolados da capital paulista na tarde desta sexta-feira já causou dois pontos de alagamento transitáveis na cidade, na Avenida Radial Leste, sentido bairro, no Viaduto Engenheiro Alberto Badra, e na Rua Tumucamaque, na região da Avenida Aricanduva. O temporal continua forte na zona norte, com queda de granizo na Casa Verde. Nas zonas leste e sudeste a chuva já diminuiu. Na Grande São Paulo a chuva atinge os municípios de Taboão da Serra e Guarulhos.A chuva, que já passou pela região sul da cidade, é uma típica pancada de verão, segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), que informou que elas durante toda a madrugada em São Paulo. Até o momento, nenhuma ocorrência grave foi registrada por causa da chuva. As zonas norte, leste, centro e sudeste, além da Marginal Tietê, estão em estado de atenção desde às 15h30. Já as zonas sul, oeste, sudeste e a Marginal Pinheiros, estão em observação.Temporais no SulA presença de uma frente fria na região Sul do País e a formação de um ciclone extratropical na área levou a Secretaria Nacional de Defesa Civil a enviar alertas sobre o risco de temporais no Rio Grande do Sul, em Santa Catarina e no Paraná. De acordo com o alerta, entre esta sexta, 3, e amanhã, 4, os três Estados devem ter chuvas fortes, com ventos de até 75 quilômetros por hora, que podem ser acompanhadas por queda de granizo.A Defesa Civil afirmou que o ciclone, fenômeno comum na região, deixará o mar agitado nos litorais gaúcho e catarinense entre sábado, 4, e segunda-feira, 6, e desaconselhou atividades de navegação de embarcações pequenas e médias neste período. Os alertas foram dados com base nas informações do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (Cptec/Inpe) e do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.