Chuvas deixam 1.800 pessoas desalojadas no Espírito Santo

Estado todo foi castigado e Vitória é responsável por 25% das ocorrências; ao todo, 31 mil casas foram afetadas

Rita Cirne, da Central de Notícias,

31 de outubro de 2009 | 15h33

As chuvas intensas que caem no Espírito Santo nos últimos cinco dias afetaram 487.530 pessoas, de acordo com a Defesa Civil do Estado, sendo que 1.804 pessoas estão desalojas, 416 desabrigadas e 31 mil casas ficaram danificadas. O Estado todo foi castigado e a capital, Vitória, foi responsável por 25% das ocorrências.

 

Segundo o Corpo de Bombeiros, a cidade de Vila Velha, é o município mais atingido pelas chuvas, onde existem 100 pessoas desabrigadas, 40 pessoas desalojadas, 120.000 pessoas afetadas com algum tipo de prejuízo e 30.000 edificações danificadas. Em segundo lugar está Cariacica, com 100 pessoas desalojadas, 120.000 pessoas afetadas com algum tipo de prejuízo e 50 edificações danificadas.

 

Em Linhares, o Rio Doce atingiu dois metros além do seu leito. O rio Itapemirim, no município de Cachoeiro de Itapemirirm, subiu 1,5 metro acima do leito normal. Também houve um desabamento de edificação por deslizamento de terra e há registro de mais três edificações com risco de desabamento no município de Itaguaçu.

 

Já Santa Leopoldina encontra-se isolada, pois a ES-080 está interditada na entrada da cidade devido a um grande alagamento. Nesse município existe risco de deslizamento de terra em cinco locais.

Tudo o que sabemos sobre:
ESchuvas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.