Chuvas deixam centenas de desabrigados na Bahia

As fortes chuvas que atingiram o interior baiano nos últimos três dias causaram estragos em vários municípios do Estado, embora não tenha provocado nenhum morte. Os municípios mais atingidos foram Vitória da Conquista e Itaberaba, no sudoeste, Eunápolis, no extremo-sul, e Aurelino Leal, no sul baiano. Por outro lado, o nível do lago da hidrelétrica de Sobradinho, responsável pelo abastecimento de energia do Nordeste, que há um mês atingiu níveis críticos, está subindo rapidamente. Pelo menos 200 moradores de Vitória da Conquista ficaram desabrigados em função das chuvas. Quatro se feriram no desabamento de uma casa no bairro de Nova Cidade. O aposentado Angelo Pereira não se conformava por ter sido retirado de sua casa, ameaçada de cair. "Quero voltar para minha casa, ela tem dois cômodos de bloco, não vai cair", reclamou, enquanto aguardava uma solução numa das escolas do município reservadas pela prefeitura para acolher os desabrigados. Em Aurelino Leal, 300 famílias ficaram sem casa, devido ao transbordamento de vários rios do município, como o Poço da Caça, que destruiu trinta imóveis ribeirinhos. A prefeitura decretou estado de calamidade pública. No município de Itaberaba, 90 moradores tiveram que abandonar suas casas e foram abrigados em escolas e creches. Segundo a prefeitura, a zona rural está isolada devido aos estragos provocados nas estradas. Em Eunápolis, os problemas são os alagamentos que tornaram as ruas intransitáveis, prejudicando o comércio e o acesso das pessoas aos seus locais de trabalho. Em pelo menos um lugar a chuvas torrenciais estão sendo comemoradas: a região do Vale do São Francisco, que sofria com uma das maiores secas de sua história. A longa estiagem havia reduzido o nível de água da barragem de Sobradinho a perto de 5% de sua capacidade há cerca de um mês. As chuvas no vale e nas cabeceiras do São Francisco no norte de Minas Gerais já fizeram o nível da barragem alcançar cerca de 13%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.