Chuvas em Santa Catarina afetam ao menos 22 cidades

Defesa Civil estima que 3.200 pessoas foram afetadas pelo mau tempo

Solange Spigliatti, estadão.com.br

09 Agosto 2011 | 14h47

SÃO PAULO - Pelo menos 22 municípios sofreram prejuízos com os temporais, vento e chuva de granizo que atingiram Santa Catarina na segunda-feira. A Defesa Civil estima que ao menos 3.200 pessoas foram afetadas.

 

No município de Brusque foram registrados oito escorregamentos de terra e uma casa foi destruída. Na cidade, 13 residências parcialmente destruídas. Uma criança foi soterrada, mas salva com vida.

 

Em Piratuba, o vendaval deixou 30 casas destelhadas e o serviço de energia elétrica ficou prejudicado. Acessos ficaram interrompidos e as aulas foram suspensas nesta terça-feira.

 

Em Vargem, a enxurrada atingiu a área urbana do município. 150 pessoas foram afetadas e cinco residências foram danificadas. Anitápolis teve quatro desalojados, uma residência danificada e 2.100 pessoas afetadas. Os serviços de água, energia e transporte ficaram prejudicados.

 

Em Rio do Sul, a enxurrada atingiu várias áreas do município ocasionando diversos pontos de alagamento. A cidade de Xanxerê registrou vendaval e granizo, que atingiu diversos bairros, com quedas de árvores e aproximadamente 500 residências danificadas, segundo a Defesa Civil do município. Xaxim, também foi impactada por vendaval e granizo, registrou destelhamento de residências e pontos de alagamentos.

 

O município de Chapecó sofreu com os alagamentos, quedas de árvores, destelhamentos que deixaram 25 residências danificadas. Em Concórdia, a chuva forte e o vendaval atingiram alguns pontos da cidade e houve destelhamento em aproximadamente 10 residências.

 

Palhoça registrou alagamento no bairro Pontal e uma escola no bairro Bela Vista foi interditada. Ocorreram alagamentos nas localidades de Ponte Imaruí, Bairro Pontal, Caminho Novo, Frei Damião. Em Rio Rufino, 755 pessoas foram afetadas pelas chuvas e teve o sistema de transporte prejudicado.

 

 

Em Lages, o vendaval e a chuva forte deixaram aproximadamente 500 pessoas desalojadas e 100 casas destelhadas, segundo informações da Defesa Civil local.

 

Em Santo Amaro da Imperatriz, a Defesa Civil fez a retirada de 10 famílias por risco de escorregamentos. O município de Ouro registrou destelhamentos de residências nos bairros Alvorada, Costa do Sol, Jardim Ouro, Navegantes, Cochilha Seca. Em Campos Novos, o vendaval atingiu 15 residências. Em Celso Ramos ocorreu o destelhamento de um colégio e de um ginásio.

Mais conteúdo sobre:
chuvas Defesa Civil Santa Catarina

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.