AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Chuvas em Santa Catarina afetam ao menos 22 cidades

Defesa Civil estima que 3.200 pessoas foram afetadas pelo mau tempo

Solange Spigliatti, estadão.com.br

09 de agosto de 2011 | 14h47

SÃO PAULO - Pelo menos 22 municípios sofreram prejuízos com os temporais, vento e chuva de granizo que atingiram Santa Catarina na segunda-feira. A Defesa Civil estima que ao menos 3.200 pessoas foram afetadas.

 

No município de Brusque foram registrados oito escorregamentos de terra e uma casa foi destruída. Na cidade, 13 residências parcialmente destruídas. Uma criança foi soterrada, mas salva com vida.

 

Em Piratuba, o vendaval deixou 30 casas destelhadas e o serviço de energia elétrica ficou prejudicado. Acessos ficaram interrompidos e as aulas foram suspensas nesta terça-feira.

 

Em Vargem, a enxurrada atingiu a área urbana do município. 150 pessoas foram afetadas e cinco residências foram danificadas. Anitápolis teve quatro desalojados, uma residência danificada e 2.100 pessoas afetadas. Os serviços de água, energia e transporte ficaram prejudicados.

 

Em Rio do Sul, a enxurrada atingiu várias áreas do município ocasionando diversos pontos de alagamento. A cidade de Xanxerê registrou vendaval e granizo, que atingiu diversos bairros, com quedas de árvores e aproximadamente 500 residências danificadas, segundo a Defesa Civil do município. Xaxim, também foi impactada por vendaval e granizo, registrou destelhamento de residências e pontos de alagamentos.

 

O município de Chapecó sofreu com os alagamentos, quedas de árvores, destelhamentos que deixaram 25 residências danificadas. Em Concórdia, a chuva forte e o vendaval atingiram alguns pontos da cidade e houve destelhamento em aproximadamente 10 residências.

 

Palhoça registrou alagamento no bairro Pontal e uma escola no bairro Bela Vista foi interditada. Ocorreram alagamentos nas localidades de Ponte Imaruí, Bairro Pontal, Caminho Novo, Frei Damião. Em Rio Rufino, 755 pessoas foram afetadas pelas chuvas e teve o sistema de transporte prejudicado.

 

 

Em Lages, o vendaval e a chuva forte deixaram aproximadamente 500 pessoas desalojadas e 100 casas destelhadas, segundo informações da Defesa Civil local.

 

Em Santo Amaro da Imperatriz, a Defesa Civil fez a retirada de 10 famílias por risco de escorregamentos. O município de Ouro registrou destelhamentos de residências nos bairros Alvorada, Costa do Sol, Jardim Ouro, Navegantes, Cochilha Seca. Em Campos Novos, o vendaval atingiu 15 residências. Em Celso Ramos ocorreu o destelhamento de um colégio e de um ginásio.

Tudo o que sabemos sobre:
chuvasDefesa CivilSanta Catarina

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.