Chuvas estão mais espalhadas pela cidade

As fortes chuvas que atingiram São Paulo neste ano mudaram a dinâmica das precipitações. Como a capital tem grandes proporções, os meteorologistas dizem ser comum chover só em determinados pontos. Por estar perto da Serra do Mar, a zona sul da cidade costuma receber uma quantidade maior de precipitações. Outra região bastante atingida por chuvas é a zona leste, por se tratar de uma área muito quente e que primeiro recebe as massas de ar frio que vêm do oceano. Neste ano, no entanto, praticamente todas regiões estão sendo atingidas, por isso há alagamentos em locais que antes tinham problemas. "Janeiro é tradicionalmente chuvoso, mas, neste ano, tivemos índices muito acima da média histórica e provavelmente teremos em fevereiro. As chuvas estão chegando a todas as regiões", diz André Madeira, meteorologista da Climatempo. O índice pluviométrico de janeiro foi de 351 mm, ante 318,5 mm do ano passado. Neste mês, já foram registrados aproximadamente 105 mm, quase metade de fevereiro do ano passado - 236,3 mm.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.