Chuvas fazem mais uma vítima em MG

As fortes chuvas que castigam principalmente as regiões leste e nordeste de Minas provocaram a morte de mais uma pessoa, elevando para cinco o número de vítimas de tempestades no Estado desde o final de setembro. Segundo a Defesa Civil, Samuel Barbosa Saraiva, cuja idade não foi informada, foi atingido por uma pedra que rolou de uma ribanceira quando trabalhava na contenção da encosta, na periferia do município de Teófilo Otoni. O caso foi semelhante ao da menina Angélica Costa, de sete anos, morta em Timóteo, o Vale do Aço. A situação continua crítica em cidades como Governador Valadares e Aimorés, onde foram registrados deslizamentos e o Rio Doce já havia subido quatro metros acima do nível normal, inundando casas e desalojando dezenas de moradores. Seis cidades permanecem em estado de emergência, em diferentes pontos de Minas. Em Belo Horizonte, a chuva que caía desde o final de semana parou hoje, mas a Defesa Civil municipal continuava em estado de alerta.Pela manhã, Washington da Silva Reis, de 30 anos, foi soterrado parcialmente quando trabalhava em uma obra no bairro Taquaril, região leste da capital. Ele foi levado com ferimentos para um hospital da cidade. Dois homens também foram resgatados com escoriações pelo Corpo de Bombeiros no bairro Alto Barroca, região Oeste, depois de serem atingidos por uma laje que desabou. A previsão da Meteorologia é que o tempo melhore em grande parte de Minas amanhã, mas as chuvas devem continuar na região Leste do Estado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.