Chuvas fazem Minas Gerais entrar em situação de emergência

As fortes chuvas que caem há três dias sobre Minas Gerais fizeram 48 municípios decretarem situação de emergência e, segundo a Defesa Civil do Estado, provocaram 16 mortes desde 17 de outubro. A última morte foi registrada na manhã de quinta-feira, quando Roseli Gomes Cruz, 42 anos, foi soterrada após um desabamento de terra sobre sua casa, na zona rural de Eugenópolis (392 km de Belo Horizonte). De acordo com a Defesa Civil, as cidades mais afetadas são do norte, leste e nordeste do Estado. Durante todo o ano, mais de 6 mil casas e cerca de 19 mil pessoas foram atingidas pela chuva.O município de Passos, há 36 quilômetros de Belo Horizonte, está entre um dos mais atingidos pelo temporal dos últimos dias, onde uma ponte foi destruída e 140 pessoas ficaram desabrigadas. Em Eugenópolis, há 392 quilômetros da capital, as fortes chuvas elevaram o nível das águas do Rio Gavião e provocaram enxurradas que invadiram uma residência, arrastando três pessoas, sendo que uma delas morreu.A previsão do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) para Minas é de que as chuvas continuem, sobretudo no norte, nordeste, leste e noroeste do Estado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.