Chuvas fortes isolam cidade no litoral norte do RS

Cerca de 1.700 pessoas estão isoladas no município de Mampituba, no litoral norte do Rio Grande do Sul, por causa das enxurradas do fim de semana. As estradas de acesso à cidade estão interrompidas. A chuva intensa atingiu vários pontos do Estado, mas o litoral norte sofreu os maiores prejuízos. Do lado catarinense da Serra do Mar, em São João do Sul, uma criança de seis anos morreu afogada dentro de casa. A RS-486, a Rota do Sol, está interditada. As quedas de barreiras cobriram toda a pista em vários trechos. Não havia previsão de liberação da estrada. O maior volume de chuva foi registrado em Sertão Santana, a 77 km de Porto Alegre: 265,5 milímetros, segundo a Defesa Civil. A média mensal é 128mm. Os 5.557 habitantes ficaram ilhados durante o fim de semana, com a queda de cinco pontes, mas na noite de ontem um acesso havia sido liberado.DesabrigadosOs municípios de Maquine, Três Forquilhas, Três cachoeiras, Morrinhos do Sul, Itati, Barra do Ouro, Barra do Ribeiro, Mariana Pimentel, Cerro Grande do Sul também foram atingidos com inundações e destruição de casas e prédio públicos. Centenas de pessoas ficaram desabrigadas.Na fronteira oeste do Estado, ventos de oitenta quilômetros por hora destelharam casas em Alegrete. Em Uruguaiana, choveu 95mm, quase a média de todo o mês, que é de 120mm. Em Camaquã, região sul do estado, a reserva indígena Guarani ficou isolada.O tráfego na BR-101 foi liberado, mas além das obras, o motorista deve ter muito cuidado com novos buracos causados pela chuva. A previsão é de tempo nublado e pancadas de chuva isoladas no Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.