Chuvas impedem reabertura de ponte na Régis Bittencourt

As chuvas que caíram nos últimos dias impediram a conclusão das obras de recuperação da ponte sobre a Represa do Capivari, no quilômetro 42,6 da Rodovia Régis Bittencourt (BR-116), cuja reabertura estava prevista para esta terça-feira, 28. A ponte desabou parcialmente no dia 25 de janeiro de 2005 e a reconstrução está sendo feita por uma empreiteira contratada em caráter emergencial pelo Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes (Dnit). O contrato, já prorrogado em julho do ano passado, venceu no dia 10 de fevereiro deste ano. A empresa reconstruiu os três conjuntos de pilares e as lajes da parte que desabou, que foi ampliada de 80 para 120 metros. Não conseguiu, porém, recompor a capa de asfalto, fazer a pintura das faixas e sinalizar o trecho. De acordo com o Dnit, as chuvas dos últimos dias na região prejudicaram os serviços. A entrega foi adiada para quinta-feira, 30. Com a reabertura da ponte reformada, o órgão federal vai interditar a outra ponte do sistema para obras de reforço. O fechamento será de meia pista e deve durar pelo menos uma semana. De acordo com o DNIT, essa ponte opera com sobrecarga desde que a outra caiu, recebendo um trânsito diário de 30 mil veículos. Com o excesso de movimento, uma das juntas se abriu. Também será preciso reforçar o sistema de apoio das lajes. Os gastos com a recuperação das duas pontes devem chegar a R$ 30 milhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.