Chuvas já deixaram duas pessoas mortas no Rio de Janeiro

Rio Bonito, na Grande Rio, teve deslizamentos e quarenta pessoas estão desalojadas na cidade

Da Redação,

26 de novembro de 2008 | 12h48

As chuvas já causaram a morte de duas pessoas no Rio de Janeiro. Na noite da terça-feira, 25, a jovem Ana Claudia Rodrigues Pereira, de 23 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu no Hospital Darcy Vargas. Ela foi vítima do deslizamento de uma barreira que atingiu três casas no município de Rio Bonito, no Grande Rio. Com a morte dela sobem para duas as vítimas fatais do deslizamento. Uma criança de 4 anos também morreu. Oito pessoas ficaram feridas e quarenta estão desalojadas na cidade. A Prefeitura de Rio Bonito anunciou um plano de emergência para socorrer os moradores dos bairros onde a situação é mais crítica.  Em Vila Velha, no Espírito Santo, após deslizamentos de encostas e alagamentos, a prefeitura decretou estado de calamidade pública. O Exército ajudou a retirar as famílias dos bairros alegados. Após ser interditada na noite de terça, o trecho na BR-101 Norte, na altura do Km 214, no município de Ibiraçu, na região norte do Espírito Santo, foi liberado na manhã desta quarta-feira, 26.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.