Chuvas levam 24 cidades de Santa Catarina a decretar emergência

Mais de 266 mil pessoas foram afetadas pelo mau tempo; 4 mil tiveram de deixaram suas casas

Priscila Trindade, da Central de Notícias

14 de maio de 2010 | 16h01

BR-1010, liberada após vistoria da PRF. Foto: Maurício Vieira/Diário Catarinense

 

SÃO PAULO - Santa Catarina contabilizava até às 15 horas desta sexta-feira, 14, 43 municípios atingidos pela chuva que atinge o Estado desde o começo desta semana. O número de cidades em situação de emergência chegou a 14. Estão em emergência: Anitápolis, Araranguá, Armazém, Balneário Gaivota, Balneário Arroio do Silva, Braço do Norte, Bom Jardim da Serra, Criciúma, Forquilhinha, Garopaba, Grão Pará, Jacinto Machado, Lauro Muller, Maracajá, Meleiro, Morro da Fumaça, Orleans, Rio Fortuna, Santa Rosa de Lima, São Martinho e Siderópolis, Timbé do Sul, Turvo, Treze de Maio.

 

Boletim divulgado hoje pela Defesa Civil mostra que Criciúma é o município com maior número de moradores afetados pelo mau tempo (101 mil), seguido por Tubarão (40 mil) e Içara (38.558). No total, mais de 266 mil pessoas foram prejudicadas pelas chuvas, sendo que 4.148 tiveram de deixar suas casa.

 

O órgão informou que a BR-101 foi totalmente liberada para o tráfego de carros no quilômetro 411, na localidade de Ponte da Barranca, em Araranguá, às 12h30 de hoje após vistoria da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

 

A via foi bloqueada ontem porque havia água na pista em razão da elevação do nível do Rio Araranguá. O rio estava 3,18 metros acima do normal, impedindo a passagem de veículos e, hoje, o nível chegou a 2,65 metros acima do normal.

 

Aeroportos

 

As chuvas também afetaram voos. O Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre, reabriu às 10h20 desta manhã após ficar fechado desde as 5h26 por conta do mau tempo que atingem a região.

 

Segundo a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), as operações de pousos e decolagens estavam sendo feitas com auxílio de instrumentos - quando o piloto necessita da ajuda de equipamentos para alinhar a aeronave com a pista.

 

Nove voos programados para pousar na capital gaúcha foram cancelados e sete sofreram atrasos, de um total de 25 previstos. Entre as 33 partidas programadas, nove foram canceladas e 19 estavam atrasadas.

 

Notícia atualizada às 22h26, com informações de Julia Baptista 

Tudo o que sabemos sobre:
chuvasSC

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.