Chuvas matam 3 pessoas e deixam mais de 4 mil sem casa no ES

Pai e duas filhas morreram em deslizamento de terra na cidade de Cariacica; 625 mil são afetados por temporais

Clarissa Thomé, da Agência Estado,

01 Novembro 2009 | 14h50

Três pessoas morreram na madrugada deste domingo, 1, em decorrência das chuvas que atingem o Espírito Santo desde terça-feira. O Corpo de Bombeiros havia divulgado anteriormente quatro mortes em função dos temporais, mas o número foi corrigido há pouco pelo Departamento Médico Legal de Vitória. As vítimas são Claudionor Teles, de 57 anos, e suas filhas Ariadnes, de 5, e Daniele, de 1 ano, soterrados por um deslizamento de terra. A filha mais velha, Digriane, de 7 anos, está internada no Centro de Terapia Intensiva do Hospital Infantil de Vitória. As mortes ocorreram na cidade de Cariacica.

 

Veja também:

link Chuvas deixam 1.800 pessoas desalojadas no Espírito Santo

 

De acordo com o Corpo de Bombeiros, 625 mil pessoas foram afetadas pelas chuvas - 1.887 estão desabrigadas e 2.677 desalojadas. Quarenta bombeiros chegaram por volta do meio dia a Santa Leopoldina, cidade que está isolada do município vizinho, Cariacica.

 

Na região de Barra do Mangaraí, eles encontraram 300 pessoas alojadas numa escola. Os bombeiros seguem para outras regiões da cidade, em duas embarcações e um caminhão. "Tivemos 27 municípios atingidos pelas chuvas. A situação está pior nos municípios de Serra, Viana e Vila Velha, na Grande Vitória, além de Santa Leopoldina. São as piores chuvas já registradas no Estado em 30 anos", afirmou o porta-voz do Corpo de Bombeiros, tenente-coronel Samuel Rodrigues.

 

Texto atualizado às 16h

Mais conteúdo sobre:
Espírito Santo chuvas

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.