Chuvas na Baixada Santista deixam 40 desabrigados

As constantes chuvas que caem desde ontem na Baixada Santista deixaram 40 moradores de áreas que margeiam o Rio Mongaguá desalojados. Eles foram encaminhados na madrugada de hoje para o ginásio Arthurzão, no centro de Mongaguá, depois que suas casas foram invadidas pela água. Em Santos, houve deslizamento em um morro, mas ninguém ficou ferido.

REJANE LIMA, Agencia Estado

02 Janeiro 2010 | 17h54

A expectativa da Defesa Civil é que os desalojados possam voltar para casa amanhã, quando a água tiver baixado. A Prefeitura de Mongaguá informou que as enchentes na cidade ocorrem há vários anos e que está tratando de uma parceria, com o governo do Estado, para resolver o problema.

Em Santos, segundo o Corpo de Bombeiros, o deslizamento de terra atingiu, durante a madrugada, o Morro da Penha. A Defesa Civil realizou o trabalho de contenção da encosta para evitar prejuízos. Ontem à noite, houve ainda um deslizamento de terra na Cota 200, em Cubatão, que não atingiu nenhum barraco, mas comprometeu um antigo muro de contenção. Hoje, o muro foi impermeabilizado pela Defesa Civil.

Mais conteúdo sobre:
chuvas Santos desabrigados

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.