Chuvas param. Bahia calcula prejuízos

Depois de sete dias de chuva intensas o sol voltou a brilhar hoje na Bahia, permitindo que as autoridades do Estado e moradores dos municípios mais atingidos começassem a calcular o prejuízo. Há pelo menos dois mil desabrigados nos 12 municípios onde as prefeituras decretaram estado de emergência. Estradas foram interrompidas, pontes levadas pela enxurrada e postes da rede elétrica caíram deixando várias localidades sem fornecimento de energia. A situação mais grave, de acordo com a Coordenadoria de Defesa Civil (Cordec) é a do município de Cardeal da Silva, a 153quilômetros de Salvador, que até a tarde de hoje permanecia submerso devido ao transbordamento dos rios Inhambupe, Maribondo e Salto. A enchente derrubou 40 casas deixando ao desabrigo mais de 1,5 mil pessoas. A população de Cardeal da Silva se deslocou para o povoado de Nova Pastora, situado numa área mais elevada do terreno, para aguardar a redução do nível da água. A prefeitura avaliou os prejuízos em R$ 1 milhão. Além de Cardeal da Silva, encontram-se em estado de emergência os municípios de Baixa Grande, Lagedinho, Alagoinhas, Catu, Juazeiro, Cícero Dantas, Entre Rios, Inhambupe, Mundo Novo, Riachão do Jacuípe e Sátiro Dias. Os desabrigados estão sendo alojados em escolas e recebem agasalhos distribuídos pelo governo do estado. As obras de recuperação de estradas ecasas não tem prazo para começar. No nordeste baiano, a chuva derrubou a ponte localizada no quilômetro 15 da rodovia BR-110, que dá acesso ao município de Paulo Afonso, deixando o trecho extremamente perigoso. Na noite de anteontem (20) uma caminhonete com quatro ocupantes caiu no rio no trecho onde a ponte desabou, ferindo todos levemente. A Polícia Rodoviária está orientando os motoristas para evitarem a rodovia, trafegando na região pela BR-116, em direção ao município de Euclides da Cunha.

Agencia Estado,

21 de janeiro de 2004 | 15h10

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.