Chuvas param na região de Pelotas, mas problemas continuam

As fortes chuvas que atingiram a região do Rio Grande do Sul nos últimos dias causaram grandes estragos, principalmente em Pelotas, a 260 quilômetros da capital Porto Alegre. O desabastecimento de água é o maior problema enfrentado pela população, devido ao trasbordamento da Barragem Santa Bárbara. Foram 286 milímetros de chuva ininterrupta que deixaram 900 pessoas desabrigadas. As vítimas das enchentes, a pior dos últimos 30 anos no município, estão abrigadas em ginásios da cidade.A maior preocupação do prefeito Fernando Marroni (PT), agora, é quanto à aquisição de colchões para os desabrigados e material de construção para a reconstrução das residências atingidas pelo temporal: "Já que a chuva parou, vamos intensificar o trabalho na ajuda aos atingidos e ver se conseguimos liberar o abastecimento de água à população o mais rápido possível", disse.Marroni afirmou que conta com um maior apoio do governo federal. O governador do Rio Grande do Sul, Germano Rigotto, que já enviou cestas básicas para as famílias mais carentes. "Já estamos mantendo contatos com o Ministro das Cidades, Olívio Dutra, para ver se conseguimos mais ajuda em termos financeiros".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.