Chuvas permitem suspensão do rodízio de água em Curitiba

As chuvas que caíram entre sexta-feira, 15, e domingo, 17, em Curitiba permitiram que a Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) suspendesse temporariamente o rodízio no fornecimento de água. Nesta segunda-feira, 18, o sol voltou a aparecer forte, o que deve se repetir terça-feira, 19. Mas a previsão do Instituto Tecnológico Simepar é que quarta-feira, 20, uma nova frente fria traga chuvas abundantes novamente. Se isso não acontecer, o rodízio poderá ser retomado até o fim de semana.De acordo com a Sanepar, na região dos mananciais que abastecem Curitiba choveu 81 milímetros, mais da metade do que tinha chovido nos últimos cinco meses. As barragens do Iraí e de Piraquara estão agora com 30,5% da capacidade. Até sexta-feira, o volume era de 28%. Mesmo com essas chuvas, a barragem do Iraí está com 3,93 metros abaixo do nível normal e a de Piraquara, com 6,20 metros a menos.As barragens foram fechadas e a captação está sendo feita nos rios abaixo. A esperança é que as chuvas permitam recuperar a capacidade total até o verão, quando o consumo normalmente é maior. "A população deve continuar economizando, pois ainda estamos longe de considerar a situação normalizada", alertou o gerente da Sanepar em Curitiba e região metropolitana, Antonio Carlos Gerardi.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.