Julio Castro/AE
Julio Castro/AE

Chuvas prejudicam quase 700 mil pessoas em Santa Catarina

16 cidades estão em situação de emergência, uma em calamidade pública; uma pessoa morreu

Priscilas Trindade, estadão.com.br

09 Setembro 2011 | 08h08

SÃO PAULO - Mais duas cidades de Santa Catarina decretaram estado de emergência nesta sexta-feira, 9, elevando para 16 o total de municípios nesta situação devido as fortes chuvas dos últimos dias. Rio do Sul decretou estado de calamidade pública por causa das chuvas.

Segundo boletim da Defesa Civil estadual, 667.166 pessoas foram afetadas, em 71 municípios. Deste total, 34.866 estão desalojadas e 12.902 estão desabrigadas. Uma pessoa morreu e outras três ficaram feridas.

As 16 cidades que estão em situação de emergência desde quarta-feira, 7, são Angelina, Alfredo Vagner, Bocaina do Sul, Brusque, Caçador, Correia Pinto, Ituporanga, Leoberto Leal, José Boiteux, Navegantes, Pouso Redondo, Rio das Antas, Rio dos Cedros, São João Batista, Tijucas e Witmarsum.

 

Calamidade. O prefeito de Rio do Sul, Milton Hobus, decretou situação de calamidade pública na cidade por causa das inundações e deslizamentos de terra desde a madrugada de quinta-feira.

Chove constantemente na cidade e em diversas regiões do Alto Vale do Itajaí. A barragem de Ituporanga está com quatro das cinco comportas abertas. A barragem de Taió ocupa em torno de 60% da estrutura.

Pelo menos seis abrigos oficiais foram abertos pela Secretaria de Assistência Social e Habitação para atender as famílias que tiveram que sair de casa. Há pelo menos 52 famílias com 265 pessoas em abrigos nos bairros Sumaré, Santa Rita, Bela Aliança, Progresso e Barragem. O Corpo de Bombeiros, as polícias Civil e Militar também auxiliam na retirada de famílias de locais onde há inundações.

Estradas. Na BR 470, na altura do município de Agronômica, a pista está interditada no km 149,7 por causa de queda de barreira. Nos km 153, ainda em Agronômica, km 140,5, em Rio do Sul, e km 134,5, na altura de Lontras, as águas do rio Itajaí-Açú interditam a via. Em Blumenau, entre o km 52 e 53 também há água sobre a pista, interrompendo o fluxo nos dois sentidos.

Ainda na BR 470, a PRF recomenda aos motoristas evitarem transitar pela Serra da Santa, em São Cristóvão do Sul, e pela Ponte de Ibirama. Nos trechos interditados, a liberação só será possível após baixa das águas e retirada dos

Entulhos.Na BR 282, na região de Alfredo Wagner, o trânsito está interditado dois sentidos por queda de barreira, com liberação prevista para este sábado, 10.

Na BR 280, em Corupá, o trânsito está interditado dois sentidos nos kms 93 e 94 também devido a queda de barreiras, com liberação prevista para domingo, 11.

Texto atualizado às 15h00 para acréscimo de informação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.