Chuvas provocam situação de emergência em duas cidades de SC

Rio das Antas e Palmitos, na região Oeste do Estado, estão prejudicadas pelos temporais; Meio-Oeste também está em alerta

Tomás M. Petersen, Especial para o Estado

27 de junho de 2014 | 12h37

FLORIANÓPOLIS - As regiões Oeste e Meio-Oeste de Santa Catarina estão em alerta por causa de novas chuvas causadas por um ciclone extratropical. Até a manhã desta sexta-feira, 27, dois decretos de situação de emergência chegaram à Defesa Civil Estadual, para as cidades de Rio das Antas e Palmitos, no Oeste. O fenômeno chegou ao Estado na noite de quarta-feira, 24, e também exige atenção nas regiões do Planalto Sul, do Alto Vale do Itajaí e da Grande Florianópolis.

Até o final da manhã, foram registradas 50 famílias desabrigadas e 300 desalojadas em Águas de Chapecó, mais 18 famílias desabrigadas em Rio das Antas. Em Mondaí, 100 famílias também deixaram suas casas.

Principal preocupação da Defesa Civil, a bacia do Rio dos Peixes, que até a noite anterior estava subindo, estabilizou-se na manhã desta sexta-feira. A cota já passa dos 10 metros, em Joaçaba, no Meio-Oeste, cidade que comunicou alagamentos. O Rio Uruguai também apresenta alta: o nível está em 13,8 metros, com inundação iminente em Águas de Chapecó e Concórdia, no Oeste.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.