Chuvas suspendem prazos judiciais em SC até quinta-feira

Decisão foi tomada com base na impossibilidade de deslocamento de pessoas envolvidas em processos

da Redação, estadao.com.br

24 de novembro de 2008 | 23h01

Os estragos provocados pelas chuvas levaram o presidente do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, desembargador Francisco Oliveira Filho, a suspender os prazos judiciais no Poder Judiciário do Estado até quinta-feira, 27. Além disso, ele autorizou a interrupção das atividades em 20 comarcas. Segundo o TJ, Oliveira Filho tomou a decisão com base na impossibilidade dos magistrados, servidores, advogados e pessoas envolvidas nos casos chegarem aos fóruns e ao próprio TJ.  Veja também:Estudo já mostrava como evitar problemas de enchentes em SC Condições em SC fazem Correios interromperem serviços160 mil pessoas ficam sem energia elétrica em SC Chuva deve continuar até 4ª; situação é crítica Serra quer enviar ajuda a vítimas das chuvas em Santa Catarina Deslizamentos são fator mais dramático em SC, diz governadorChuva interdita estradas federais em Santa CatarinaChuvas interrompem abastecimento de gás em parte de SCBlog é criado para ajudar moradores afetados em BlumenauVeja galeria de fotos dos estragos em SC  Nesta terça, 24, não houve expediente nas comarcas de Araquari, Balneário Camboriú, Balneário Piçarras, Barra Velha, Blumenau, Brusque, Camboriú, Garuva, Gaspar, Guaramirim, Itajaí, Itapema, Itapoá, Jaraguá do Sul, Navegantes, Pomerode, Porto Belo, São João Batista, Tijucas e Timbó. A suspensão do funcionamento das comarcas poderá ser prorrogada, caso o fornecimento de energia elétrica e o acesso aos prédios da Justiça não voltem ao normal.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.