Chuvas voltam e desabrigam 6 mil na Bahia

As fortes chuvas voltaram a causar destruição nos últimos dias no interior baiano, atingido duramente por temporais em janeiro. A nova tempestade atingiu especialmente três municípios: Vitória da Conquista e Anagé, no sudoeste, e Itabuna, no sul. Há mais de seis mil pessoas desabrigadas e dezenas de casas foram destruídas. Em janeiro as chuvas atingiram 100 dos 417 municípios baianos, deixando 15 mil desabrigados.A prefeitura de Vitória da Conquista decretou estado de emergência devido ao caos causado pelas águas que destruíram 15 casas e abalaram outras 50. As 60 famílias desabrigadas foram alojadas em escolas municipais. Em Anagé, o rio Gavião transbordou ao subir mais de cinco metros, interditando as duas estradas que dão acesso ao povoado de Alegre. As duas mil pessoas de Alegre só conseguem entrar e sair do povoado se arriscando a nadar no Gavião. Centenas de trabalhadores rurais encontram-se ilhados nas fazendas, sem poder voltar para casa, devido à inundação.No município de Itabuna também foi decretado estado de emergência pois os alagamentos já deixaram quatro mil desabrigados. O rio Cachoeira que corta a sede do município subiu quatro metros acima do normal, inundando seis bairros e obrigando os moradores a circular com pequenos barcos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.