Ciclista morre em fuga de bandidos

Bando invadiu mercado municipal para roubar caixas eletrônicos; houve tiroteio em 4 pontos de Pinheiros

DANIELA DO CANTO, MARCELA SPINOSA e RICARDO VALOTA, O Estadao de S.Paulo

23 de maio de 2009 | 00h00

O ciclista Edgar Soares de Paula, de 25 anos, foi morto com sete tiros e dois policiais militares foram baleados na madrugada de ontem por criminosos que roubaram um caixa eletrônico do Banco Santander no Mercado Municipal de Pinheiros, zona oeste de São Paulo. Para a polícia, a hipótese mais provável é a de que os criminosos tenham atirado na vítima para despistar a PM, mas será investigado se ele foi baleado em tiroteio entre os bandidos e policiais militares. Até as 23 horas, ninguém havia sido preso.Segundo testemunhas, cerca de dez homens, em três carros, chegaram ao mercado por volta da 1 hora. Eles dominaram o segurança Antonio de Oliveira Santos, de 46 anos, e indagaram sobre a localização de três caixas. "Mandaram eu deitar e não olhar na cara deles." Na hora em que roubaram o caixa eletrônico, o alarme avisou a central de monitoramento do Santander, que acionou a polícia. "Eles saíram correndo. Pensei que fossem me matar, achando que eu tinha acionado o alarme", disse Santos. Quando os PMs do 23º Batalhão chegaram ao local, por volta da 1h30, dois criminosos ainda estavam no mercado. Para trás, os bandidos deixaram ferramentas e instrumentos, como chave de fenda, ao lado de um caixa eletrônico do Itaú. A dupla entrou em um Volkswagen Polo preto e fugiu. Quando saíram do mercado, cruzaram com uma viatura da PM. Os policiais tentaram abordá-los, mas os bandidos, armados com espingarda calibre 12 e pistolas, atiraram contra os agentes, que revidaram. O soldado Dênio Camacho Martinez Gouveia, de 29 anos, foi atingido no pé e os criminosos continuaram em fuga.Enquanto escapava, a dupla se deparou com outra viatura, na esquina das Ruas Teodoro Sampaio e Cunha Gago. Houve nova troca de tiros. Em seguida, os bandidos encontraram uma outra viatura, no cruzamento das Avenidas Brigadeiro Faria Lima e Rebouças. Os policiais foram recebidos a balas. No tiroteio, o soldado Alexandre Marco Martins, de 31 anos, acabou baleado na boca.Na sequência, os criminosos foram no sentido da Ponte Eusébio Matoso. Com medo de serem detidos, a PM disse que os dois dispararam sete tiros contra De Paula que voltava para casa de bicicleta no acesso da Marginal. A vítima morreu no local. O Polo - um veículo dublê - foi abandonado na Ponte Octavio Frias de Oliveira, zona sul.Os dois PMs baleados foram encaminhados para o Hospital das Clínicas, onde permanecem internados. No Polo foram encontradas munições de pistolas .40, 380, 9 mm e espingarda calibre 12. A polícia recolheu seis pistolas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.