Ciclistas protestam nus pelas ruas do Rio

Lema do evento foi 'atentado ao pudor é um corpo estirado no chão'

Fábio Grellet, O Estado de S. Paulo

24 Janeiro 2014 | 21h37

RIO - Cerca de cem ciclistas se reuniram no início da noite desta sexta-feira, 24, na Cinelândia, no centro do Rio, para um passeio durante o qual foram se despindo. O plano era mostrar o corpo para reclamar dos riscos que corre quem usa a bicicleta como meio de transporte no Rio.

O evento, cujo lema foi "Atentado a pudor é um corpo estirado no chão", foi inspirado no World Naked Bike Ride, (passeio nu de bicicleta pelo mundo), que surgiu há 20 anos em San Francisco, nos Estados Unidos, e já foi promovido em várias cidades do mundo.

Alguns homens ficaram totalmente nus, enquanto algumas mulheres exibiram os seios. A maioria dos ciclistas trajava sunga ou biquíni. O grupo saiu da Cinelândia, circulou por ruas do centro e seguiu até a praça São Salvador, em Laranjeiras, na zona sul da cidade.

Mais conteúdo sobre:
Rio protesto nu

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.