Ciclone extratropical, ainda na costa Sul, causa ventos de 97 km/h em SC

Estado tem 101 cidades em emergência; previsão é que temporal atinja Rio Grande e Santa Catarina até amanhã

Marília Lopes, Central de Notícias

09 de fevereiro de 2011 | 10h03

SÃO PAULO - Fortes rajadas de vento foram registradas na terça-feira no litoral de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul por conta de um ciclone extratropical. Em Ubirici, região serrana catarinense, o vento chegou a atingir 97 quilômetros por hora, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), que também registrou rajadas de até 71 km/h no Chuí, no extremo sul do País.

O ciclone permanece nesta quarta-feira, 9, na costa litorânea entre os dois Estados e ainda pode causar rajadas de vento e chuva. Amanhã, o fenômeno segue em direção ao oceano e perde força no continente.

 

A Defesa Civil do Rio Grande do Sul orientou a população a permanecer em casa ou procurar abrigo em local seguro em caso de chuva com vento. O órgão aconselha quem estiver na rua a se manter afastado de árvores, postes e muros.

 

Chuvas. O Estado de Santa Catarina tem 101 municípios em situação de emergência. Segundo o relatório divulgado pela Defesa Civil Estadual, 95 cidades estão em situação de emergência devido às enxurradas, três por conta dos vendais, uma por erosão e uma por praga. Além disso, a cidade de Mirim Doce, no Vale do Itajaí, decretou situação de calamidade pelas enxurradas.

 

A Defesa Civil não divulgou os números atualizados sobre desalojados e desabrigados por conta das chuvas. Segundo a assessoria de imprensa do órgão, não é possível precisar o número de pessoas que tiveram que deixar suas casas, pois muitas já puderam retornar às residências.

 

No último balanço divulgado pela Defesa Civil, aproximadamente 850 mil pessoas foram afetadas pelas chuvas. Os desabrigados e desalojados eram mais de 22 mil. E o Estado já havia registrado seis óbitos.

 

Nesta semana, os municípios de Nova Veneza, Vargem, Pomerode, Penha e Morro Grande registraram chuvas fortes e prejuízos por causa das enxurradas. As últimas cidade a decretarem situação de emergência pelas chuvas foram Modelo e Sul Brasil.

Tudo o que sabemos sobre:
tempociclone extratropicalventosInmet

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.