Reuters
Reuters

Ciclone extratropical pode trazer ventania e temporais para a região Sul do Brasil

Fenômeno formado na fronteira entre Rio Grande do Sul e Uruguai causa ventos de até 100 km/h

Larissa Gaspar, O Estado de S.Paulo

02 de setembro de 2020 | 22h07

A formação de um forte ciclone extratropical na fronteira entre a Argentina, o Uruguai e o Rio Grande do Sul traz ventanias e temporais para o Sul do Brasil, podendo haver risco de rajadas de vento em torno de 80 km/h a 100 km/h no sul do Rio Grande do Sul, atingindo locais como Chuí, Santa Vitória do Palmar, Rio Grande e Pelotas.

De acordo com informações da Climatempo, no começo da noite desta quarta-feira, 2, o sistema já deve estar completamente organizado. Nas demais áreas do Sul do Brasil, as rajadas de vento na madrugada e manhã da quinta, 3, poderão alcançar velocidades entre 50 km/h e 70 km/h. O fenômeno é causado pela influência de áreas alongadas de baixa pressão e pela formação de uma frente fria na região.

A Defesa Civil de Santa Catarina, Estado que sofreu com tornados em julho, já emitiu alertas para a chance de temporais isolados em quase toda a região catarinense na quinta-feira, 3. No litoral e na região oeste, há chances de rajadas de ventos fortes e eventual queda de granizo. Para essas localidades, o órgão recomenda que a população busque um local abrigado, longe de árvores, placas, postes de energia e de outros objetos que possam ser arremessados.

A previsão é de que as rajadas de vento enfraqueçam no decorrer da tarde de quinta-feira com o afastamento do ciclone. Esse sistema não terá influência no Sudeste nem no Centro-Oeste do Brasil.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.