Ciclone provoca ressaca no Rio. Bombeiros salvam sete

Ventos intensos causados pela passagem de um cicloneextratropical próximo ao litoral sul do País provocaram ontem ressaca com ondas que alcançaram mais de três metros de altura no Rio. O Grupamento Marítimo (G-Mar) do Corpo de Bombeiros informou que as maiores ondas ocorreram na praia de São Conrado, zona sul. Os bombeiros evitaram sete afogamentos e também resgataram cinco pescadores que ficaram isolados em uma pedra no Recreio dos Bandeirantes, zona oeste. Segundo o serviço de meteorologia da Marinha, a ressaca se estendeu do litoral de São Paulo ao do Espírito Santo.Hoje, o ciclone já havia se afastado da costa brasileira, mas a previsão é de que o mar continue agitado pelo menos até sábado.A temperatura no Rio variou entre 13,8 graus C e 25,8 graus C. A tendência para sábado é de tempo parcialmente nublado. O sol volta a aparecer no domingo, mas a segunda-feira deve ser chuvosa na capital.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.