Lindomar Rodrigues/Divulgação
Lindomar Rodrigues/Divulgação

Cidade cearense serve maior caldo do mundo para curar ressaca do carnaval

O alimento foi distribuído gratuitamente para cerca de 20 mil foliões em cidade do interior cearense

Lauriberto Braga, O Estado de S. Paulo

05 de março de 2014 | 12h05

FORTALEZA - Começou a ser servido na manhã desta quarta-feira, 5, o maior caldo do mundo. O panelão para curar a ressaca do carnaval tem cinco toneladas do "santo remédio". O caldão é distribuído de graça para os 20 mil foliões que brincaram o carnaval em Acopiara, cidade a 350 quilômetros da capital Fortaleza.

Cada um tem direito a um copo de 300 milímetros de caldo. A Prefeitura, organizadora do caldão, quer entrar para o Guinness Book, livro dos recordes, como maior caldo do mundo. A mistura feita por 100 cozinheiros levou 18,5 mil ovos de galinha, seis mil litros de água, 275 quilos de farinha de mandioca, 138 quilos de colorau, 138 quilos de alho, 138 quilos de cebolinha, nove quilos de cebola e nove quilos de sal. Todos os ingredientes cozinham dentro de um panelão importado de Joinville, em Santa Catarina.

O panelão em ferro pesa 12 toneladas e tem dois metros de altura com uma circunferência de nove metros. Para se dar destaque ao carnaval da cidade, a Prefeitura de Acopiara investiu mais de meio milhão de reais no caldão

popular.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.