Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Cidade de SP deve registrar temperatura de 7ºC nesta segunda-feira

Estimativa é de que ar frio polar só comece a perder força a partir da quinta-feira

Redação, O Estado de S.Paulo

12 de junho de 2022 | 17h52

SÃO PAULO – O frio deve aumentar ainda mais na capital paulista no início desta semana. Conforme o Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas da Prefeitura de São Paulo (CGE), esta segunda-feira, 13, deve começar com poucas nuvens, ventos e termômetros na casa dos 7°C. A estimativa é de que a temperatura se mantenha baixa por alguns dias e que o ar frio polar só comece a perder força a partir de quinta-feira, 16. 

Em São Paulo, a temperatura média na madrugada deste domingo, 12, foi de 9,9ºC. Estações meteorológicas do CGE registraram 5,9°C em Engenheiro Marsilac e 6,1°C em Parelheiros e Capela do Socorro.

De acordo com o CGE, nas regiões mais periféricas e próximas do extremo sul da cidade o frio será mais intenso nesta segunda-feira. O sol deve brilhar entre poucas nuvens ao longo dia, mas as temperaturas máximas não deverão superar os 16°C, caracterizando mais um dia com pequena amplitude térmica.

A terça-feira, 14, ainda deve ser gelada, principalmente durante a madrugada. A estimativa do CGE é de que os termômetros devem registrar em média 10°C, mas os ventos de sudeste potencializam a sensação de frio. O sol vai predominar ao longo do dia, mas as temperaturas máximas também não devem passar dos 16°C.

Neste sábado, 11, a estação Pedro II do metrô de São Paulo foi reaberta para acolher pessoas em situação de rua durante o frio. O governo do Estado também vai distribuir colchões, cobertores e kits de higiene no local, como parte do programa "Noites Solidárias", que segue até a próxima terça.

Geadas são registradas na região Sul

Enquanto isso, a massa de ar polar provoca geadas em cidades no Sul do País. A temperatura de ao menos 19 cidades ficou abaixo de zero grau, conforme a Climatempo. O município de Urupema, em Santa Catarina, marcou -5ºC. 

Conforme o site especializado, a massa de ar continua avançando sobre o centro-sul do país, e há previsão de novos recordes de frio na região Sul. O risco de geadas aumenta também para o sul de Mato Grosso do Sul e a região da Serra da Mantiqueira, em Minas Gerais. Algumas cidades do Estado de São Paulo, como os municípios mais altos entre as regiões de Campinas, Pirassununga e Franca, também podem registrar geada ao amanhecer.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.