CIDADE JARDIM: pequeno burguês

Para poucos: um relógio H.Stern, por R$ 20.900. Para todos: o pão de queijo simples, da Casa do Pão de Queijo, que custa R$ 2,40O shopping Cidade Jardim não dá a mínima para quantidade. Com apenas 118 lojas, ele ficaria longe no ranking de grandes centros de compra da cidade, que têm mais de 400 lojas. Mas, em qualidade, não há dúvidas de sua superioridade. Só de ?exclusivas? são 12 - com a inauguração de mais uma no segundo semestre, a Hermès, conhece? (E o shopping tem planos para expandir e ganhar outras 59 lojas.)Fazer compras ali é uma questão de poder e autoestima. Seja para desembolsar R$ 5.200 por uma bolsa Louis Vuitton ?da Madonna? ou não se intimidar a entrar na imponente Tiffany & Co e gastar R$ 995 (um valor caro, mas possível) em um anel de prata. Com tanta gente em traje ?esporte fino?, você pode achar que é preciso se arrumar para dar um giro por lá. Mas, pense: se é o único shopping da cidade comuma loja da sorveteria carioca Mil Frutas, você precisa mesmo ir de escarpin? Relaxe e aprecie o jardim no terceiro piso. Ah, uma bola custa R$ 8.Fundação: 31/05/2008 Área: 36.300m2 Lojas: 118Salas de cinema: 7Vagas: 1.500Estacionamento: R$ 6 (2 horas)Av. Magalhães de Castro, 12.000, 3552-1000. 10h/22h (dom., 14h/22h). www.cidadejardimshopping.com.brBeleza tem preçoParece mais um condomínio (aliás, há um acesso que dá para um de verdade). Esta pode ser a primeira impressão ao entrar no Cidade Jardim e se deparar com corredores abertos, com um paisagismo de muito bom gosto. A cor branca, tão predominante em shoppings sofisticados, também não tem vez. O chão e as paredes são ocre e, no teto, ventiladores ajudam a manter a temperatura ambiente agradável - tem até aromatizador. E a praça de alimentação? Abolida do empreendimento. Todos os 12 restaurantes possuem espaço exclusivo e cada uma dá o tom de sua decoração. O resultado é bonito de se ver - mas caro de se usufruir. Mamãe NaturezaO Cidade Jardim honra o nome e não poupa na área verde. Em vez de plantar flores na área central, o shopping optou por árvores, como sibipirunas, palmeiras (um sonho!) e palmitos. Não existe corredor fechado: todos estão voltados para a ?floresta? montada na área central. Além de bonito, é ecologicamente correto, pois ajuda na economia de luz e na manutenção da temperatura do shopping - que estava superagradável no dia da visita. No terceiro andar, banquinhos e jabuticabeiras compõem os 2mil m2 do jardim suspenso.Tem ?de um? tudoEm alguns shoppings, procurar por uma costureira, uma lavanderia e um chaveiro pode se tornar uma espécie de ?caça ao tesouro?. Muitas vezes, cada um fica em um piso diferente - pior é quando, depois de rodar muito, você acaba descobrindo que eles nem existem no local. A solução encontrada pelo Cidade Jardim foi uma ?butique de serviços e conveniência?, que reúne tudo isso no mesmo espaço. O lugar é tão completo que até fraldário para cachorro (que são bem-vindos) tem - com fraldas de graça e tudo. Luxinho possívelDesfrutar das duas salas Premier custa caro para um cinema (R$ 46), mas é um valor viável que vale gastar. Acerte para o dia dos namorados - você não vai se arrepender.Na teoria e na plásticaSábia decisãoShopping não é necessariamente um lugar para alienados. Na Casa do Saber (www.casadosaber.com.br) há palestras e cursos sobre literatura, cinema, artes, filosofia, música e temas afins. A programação é variada, com profissionais competentes de cada área. Uma dica: o espaço comercializa vales-presente dos cursos. É uma sacola a menos.Barbie aos 50Fãs da boneca mais famosa do mundo vão adorar. Até 31 de julho o shopping tem programação especial em homenagem à Barbie. Raridades, como o exemplar original da primeira boneca, lançado em 1959, estão no acervo. Há também criações de estilistas famosos como Versace e Armani, que desenharam modelitos exclusivos para a musa cinquentona.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.