Cidade paulista vai tatuar bichos domésticos

A Associação Protetora dos Animais de Indaiatuba (Aprai) vai utilizar, a partir da próxima semana, um aparelho de tatuagem por pressão para numerar animais domésticos. O objetivo é ter um maior controle dessa população, principalmente dos bichos abandonados, que são recolhidos por voluntários, encaminhados à Aprai para a castração e disponibilizados para doação. Indaiatuba fica 102 quilômetros a noroeste de São Paulo.A entidade promove em média 80 cirurgias de castração por mês. A partir da próxima semana, os bichos receberão também a tatuagem com um número e terão seus cadastros controlados por uma clínica veterinária da cidade que atua em conjunto com a Aprai.A vice-presidente da Aprai, Maria de Nazaré Blume, comentou que o recurso ajudará a atingir uma das metas buscadas pela entidade, a da posse responsável. ?Não se pode simplesmente soltar filhotes na rua. É muito mais simples castrar o animal para que ele não dê cria?, enfatizou.

Agencia Estado,

16 de abril de 2003 | 17h52

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.