Cidade no interior de Pernambuco registra tremor de 3,3 graus

Episódio foi confirmado por laboratório da Universidade Federal de Rio Grande do Norte; moradores tiveram prejuízo

Carmen Pompeu, Especial para o Estado

26 de julho de 2015 | 15h45

FORTALEZA - A terra tremeu 3,3 graus na escala Richter, em Caruaru (PE), na noite de sábado, 25. A confirmação do terremoto foi feita pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), que conta com o Laboratório Sismológico do Nordeste. O tremor sacudiu Caruaru, no Agreste pernambuco, por volta das 18h42. A população foi temerosa e comunicou o fenômeno à Defesa Civil da cidade.

O epicentro foi localizado no limite dos municípios pernambucanos de Caruaru e Bezerros. "Trata-se de uma área epicentral onde antes não haviam ocorrido sismos dessa magnitude. Dada a localização, próxima ao Lineamento Pernambuco, é possível que esteja ocorrendo a reativação de um trecho do mesmo, o que já aconteceu em outras localidades como Caruaru, São Caetano e Belo Jardim", atestam os pesquisadores da UFRN.

Moradores relataram para as emissoras de rádio de Caucaia e Bezerros danos materiais com o abalo sísmico.

Tudo o que sabemos sobre:
terremotopernambuco

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.