Cidade sem trânsito, apesar de interdição na Marginal

A Marginal Pinheiros continua interditada no trecho próximo ao deslizamento que ocorreu nas obras da Linha 4-Amarela do Metrô de São Paulo. Mas, até as 11h, não havia registro de nenhum ponto de lentidão na cidade, de acordo com as informações da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET).A decisão sobre a reabertura das pistas deve ocorrer no final da tarde deste domingo, após uma reunião entre o prefeito da cidade de São Paulo, Gilberto Kassab, e os representantes das entidades envolvidas nos trabalhos do buraco aberto há dois dias, com cerca de 80 metros de largura e 30 de profundidade. Devem participar desse encontro Defesa Civil, Bombeiros e a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), segundo informações dessa última.O prefeito disse na sexta-feira que, se a Marginal não for reaberta, a volta do rodízio de veículos poderá ser antecipada para esta segunda-feira, dia 15. Anteriormente, o rodízio estava previsto para voltar somente no dia 29 deste mês.A Defesa Civil informou que prosseguem os trabalhos de busca de vítimas no local, mas sem sucesso até o momento. A grua de cerca de 50 toneladas que corria risco de tombar já foi equilibrada, também segundo informações da Defesa Civil. As autoridades buscam oito vítimas de soterramento no local, sendo três pedestres, dois passageiros de um microônibus, além do motorista e do cobrador, e ainda o motorista de um caminhão da obra.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.