Cidades destruídas pelas chuvas custarão R$ 120 mi ao Piauí

Reconstrução dos locais atingidos deve começar em junho; projeto das prefeituras deve ser entregue até maio

Luciano Coelho, especial para O Estado de S.Paulo

22 Abril 2008 | 18h10

A reconstrução de mais de 85 municípios atingidos pelas enchentes e efeitos das chuvas, que atingiu toda a região Nordeste, deve recomeçar a partir de junho e vai custar mais de R$ 120 milhões, num levantamento parcial feito pelo governo do Piauí. A prioridade serão ações emergenciais com atendimento a desabrigados e prevenção a doenças. Os prefeitos têm um prazo até o final de maio para apresentarem os projetos de reconstrução e reparação de danos, ainda podem encaixar verbas que estavam previstas em emendas que podem ser remanejadas para o atendimento emergencial. Segundo o governador Wellington Dias, R$ 60 milhões serão gastos com habitações, R$ 37 milhões em recuperação de estradas, R$ 20 milhões para medicamentos e o programa Família Acolhedora, R$ 1,5 milhão em campanha de combate à dengue. O Estado entra ainda com contrapartida de aproximadamente R$ 30 milhões ao dinheiro aplicado pela União.

Mais conteúdo sobre:
chuvastemporaisNordestePiauí

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.