Cidades disputam confecção de tapetes de sal no Rio

Quem passeou hoje na praia de Copacabana, na zona sul do Rio, deparou-se com uma competição diferente. Seis cidades da Região dos Lagos e da Costa do Sol, balneários do litoral fluminense, disputavam quem confeccionava o mais bonito tapete de sal. O vencedor, escolhido pelo voto popular, foi a cidade de São Pedro d?Aldeia, que assim comemorou seu tricampeonato. O tapete com desenhos feitos com sal faz parte da tradição religiosa dessas regiões. Durante o feriado de Corpus Christi, as principais avenidas das cidades, por onde passam as procissões, ficam cobertas pelos tapetes, que são desfeitos na medida em que as pessoas passam por cima deles. Além de São Pedro, participaram da competição Araruama, Cabo Frio, Rio das Ostras, Carapebus e Quissamã. Arraial do Cabo, Iguaba e Saquarema foram convidadas, mas não compareceram. Todas as cidades são produtoras de sal e pretendem, com a competição, atrair turistas para o feriado de Corpus Christi. Em Cabo Frio, por exemplo, são confeccionados de tapetes de sal - ao todo, 1,5 quilômetro - para a festa religiosa. "Toda a comunidade participa da preparação", conta o diretor de eventos da prefeitura, Edson Leonardes. Cabo Frio venceu as outras duas das cinco competições realizadas até 2003.

Agencia Estado,

08 Junho 2003 | 18h45

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.