Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Divulgação
Divulgação

Cidades do Acre vivem mais uma madrugada de ataques

Ônibus e ponte foram queimados; ordem dos atentados parte de dentro de presídio, segundo a polícia

Itaan Arruda, Especial para O Estado

18 de agosto de 2016 | 16h27

RIO BRANCO - Moradores do Estado do Acre viveram mais uma madrugada de terror nesta quinta-feira, 18. No município de Senador Guiomard, distante 24 quilômetros da capital Rio Branco, seis ônibus usados para transporte escolar e pela Secretaria de Saúde foram queimados. 

Os integrantes de uma facção criminosa, que age como a do Rio Grande do Norte, ainda tentaram atear fogo a uma escola pública da cidade, mas não conseguiram executar a ação. 

Em Rio Branco, um ônibus da Secretaria de Estado de Segurança Pública também foi incendiado e uma ponte, localizada no bairro Taquari, um dos mais violentos da cidade, foi queimada. 

A ordem dos atentados parte de dentro do presídio. O governo do Estado prometeu endurecer ações contra criminosos. Soldados do Exército e parte do efetivo da Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal ajudaram no policiamento.

As entradas e saídas da cidade foram bloqueadas e as revistas em carros e transeuntes foram intensificadas. Em universidades da capital com aulas no período noturno, a direção liberou os alunos para retornarem às casas e evitar problemas.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.