Cidades do circuito das águas devem receber 100 mil turistas

Aproximadamente 100 mil pessoas devem visitar as cidades do circuito paulista das águas de quinta-feira, 2, até domingo, 5. A estimativa é do secretário executivo do consórcio do circuito das águas paulista, Carlos Tavares.Segundo ele, o maior movimento deve começar na sexta. "Muita gente fica para visitar túmulos de parentes nos cemitérios de suas cidades, e vêm depois para passear", disse. Tavares informou que há cerca de 30 mil leitos para acomodar turistas em oito cidades. "Só Águas de Lindóia, a segunda cidade em número de leitos depois de São Paulo, tem 12,5 mil lugares para pernoite."Tavares, também secretário de Turismo de Socorro, disse que não há uma maneira precisa de medir o número de turistas que passam o feriado todo em Águas de Lindóia, Amparo, Jaguariúna, Lindóia, Monte Alegre do Sul, Pedreira, Serra Negra ou Socorro, já que alguns dos municípios se destacam sobretudo pelo turismo de compras.Ao passar pelo circuito das águas, o turista pode conhecer os atrativos de cada cidade: O passeio de Maria Fumaça em Jaguariúna, as lojas de porcelana de Pedreira, o museu de Amparo, a cachaça de Monte Alegre do Sul, as malhas de Serra Negra, o turismo de aventura e a feira de malhas de Socorro, os eventos e exposições de Águas de Lindóia e o turismo rural de Lindóia.Neste fim de semana, Socorro promoverá também sua festa italiana, entre sexta e domingo. O evento, com música e comida típicas, ocorre no centro de exposições da Estrada do Contorno, ao lado da feira de malhas.Para chegar ao circuito das águas, o turista pode utilizar as rodovias Anhangüera, Bandeirantes, Dom Pedro ou Fernão Dias. No site do Circuito das Águas há informações detalhadas sobre cada cidade.A estimativa de movimento para a rodovia Fernão Dias, que leva à região serrana, é de 120 mil veículos neste feriado de Finados. A Polícia Rodoviária Federal, que administra o trecho, afirmou que em dias normais o movimento é de 60 mil veículos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.