Cidades reforçam combate à dengue no carnaval

O secretário municipal de Saúde, Eduardo Jorge, continuou hoje a participar da blitz contracriadouros do mosquito Aedes aegypti em São Paulo.A fiscalização vai durar todo o carnaval. Fazem parte da ação dois agentes do Centro de Controle de Zoonoses da capital e uma bióloga. Hoje, uma borracharia no Parque Novo Mundo, na zonanorte, foi intimada a eliminar todos os focos do mosquito em dez dias ou será multada.A região é a que apresenta a maior concentração decriadouros de Aedes aegypti. A cidade já registrou, até agora, 158 casos de dengue importados e 4 casos de infecção contraídos na capital. No litoral, a prefeitura de São Sebastião também intensificou o combate à dengue durante o carnaval. No ano passado, a região apresentou uma epidemia de dengue clássica (não hemorrágica). Cerca de 500 mil pessoas, inclusive dosEstados do Rio de Janeiro e Minas Gerais, devem visitar a cidade no feriado. A prefeitura pretende percorrer os bairros da cidade com carros de fumacê durante o dia e a noite. Agentes de saúdetambém fiscalizarão as casas e distribuirão panfletos com orientações para turistas. São Sebastião tinha até hoje nove casos da doença. Em 2001, foram registrados 448 casos confirmados de dengue clássica.A Baixada Santista é detentora de 77,5% dos 640 casos de dengue registrados em todo o Estado. A cidade de São Vicente tem 274 pessoas infectadas, seguida por Santos, com 167, Cubatão, com 28, Praia Grande, com 21 e Guarujá, com 7. As secretarias de Sáude desses municípios tambémpretendem realizar uma série de ações educativas durante o carnaval, envolvendo a população local e os visitantes.Com receio de que os moradores da cidade retornemdoentes das viagens a outros Estados onde é alta a incidência de casos de dengue, Brasília vai intensificar ações contra o mosquito Aedes aegypti depois do carnaval. O Exército cederá 350 soldados, que se juntarão aos agentes de saúde para fazer o fumacê pelas ruas e aplicar larvicidas em criadouros do mosquito. Já foram confirmados 51 casos de dengue no Distrito Federal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.