Cinco adolescentes ficam feridos durante motim em Pernambuco

Rebelião começou às 7 horas; funcionários fazem contagem dos internos para saber se houve fuga

Priscila Trindade, Central de Notícias

23 de maio de 2011 | 12h17

SÃO PAULO - Cinco internos da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) no Cabo de Santo Agostinho, região metropolitana do Recife, em Pernambuco, ficaram feridos durante um motim na manhã desta segunda-feira, 23.

Os adolescentes foram socorridos e levados para a unidade de saúde do município. Os ferimentos, causados por armas brancas, foram leves.

A Polícia Militar foi acionada para conter a manifestação. Segundo a Funase, o motim teve início às 7 horas e durou cerca de uma hora.

Os internos atearam fogo aos colchões. Como a unidade está em reforma, alguns teriam tentado fugir usando uma escada. Três deles caíram. Um outro foi machucado em briga com outro interno e um adolescente passou mal. Eles foram atendidos na unidade mista do município.Nenhum funcionário se feriu. O Corpo de Bombeiros foi acionado e debelou o fogo.

Ao meio-dia, os funcionários da unidade faziam a contagem dos adolescentes para saber se algum interno conseguiu fugir. A unidade tem capacidade para receber 166 jovens, mas abriga 363. COLABOROU ÂNGELA LACERDA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.