Cinco feridos e quatro reféns na rebelião de Bauru

Cinco presos estão feridos em estado grave e quatro agentes penitenciários são mantidos como reféns na rebelião dos presos da Penitenciária 2 de Bauru, que começou por volta das 9 horas de hoje. Os presos foram esfaqueados por companheiros e, segundo informações da polícia, um deles também está enfartado.A situação ainda não está sob controle e os alarmes de fuga foram acionados mais de uma vez. Segundo a polícia, a rebelião teria começado quando um grupo de detentos conseguiu pegar três presos ligados ao PCC (Primeiro Comando da Capital) recém transferidos para a penitenciária bauruense. Os presos tomam conta de todo o prédio, desde as carceragens até a administração.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.