Cinco morrem em tiroteios no Rio

Cinco pessoas morreram nesta sexta-feira no segundo dia consecutivo de tiroteios em duas favelas do Rio. No Morro dos Macacos, em Vila Isabel, zona norte, uma operação envolvendo policiais civis e militares resultou na morte de quatro homens. No Morro do Vidigal, em São Conrado, zona sul, houve uma morte. Segundo a Secretaria de Segurança Pública, todos eram traficantes.O confronto mais violento no Morro dos Macacos, no qual ocorreram as mortes, foi à tarde e envolveu agentes da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) e PMs do 6.º Batalhão (Tijuca). Após o tiroteio, o Batalhão de Operações Especiais da PM (Bope) precisou ser chamado para ajudar os policiais a saírem da favela.Foram apreendidos um fuzil, uma carabina, duas pistolas, um rádio, uma bomba de fabricação caseira e drogas. A Rua Visconde de Santa Isabel, onde ficam o HC4 e a DRE, foi fechada por meia hora.Por causa do confronto no Morro dos Macacos, o Hospital de Câncer 4 (HC4) desmarcou consultas e pela primeira vez fechou o ambulatório.O tiroteio de hoje foi o terceiro no Vidigal em uma semana. Na madrugada da quinta, a Avenida Niemeyer fechou por 50 minutos e um morador foi ferido na coxa esquerda. Na segunda, a via ficou interditada por 1h30. A quinta também foi violenta no Morro dos Macacos, onde uma troca de tiros entre traficantes matou um adolescente de 16 anos. Segundo a polícia, o rapaz trabalhava para o tráfico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.