Cinco morrem na primeira chacina do ano em Campinas

Três homens e duas mulheres, umaadolescente, foram mortos a tiros hoje de madrugada no interiorde uma casa, no bairro Vida Nova I, periferia de Campinas, a 90quilômetros de São Paulo, na primeira chacina deste ano nacidade. José Egídio Neto, de 60 anos, o filho Tadeu Egídio Neto,de 22, a sobrinha Marilene Silva Nascimento, o marido dela JoséPereira de Sá e a amiga do casal, a adolescente L.P.J., foramassassinados com tiros na cabeça. Tadeu levou seis tiros e, segundo a perícia, ele deveter sido o primeiro a ser morto. Seu corpo foi encontrado noquintal da residência. A polícia não soube informar a idade das outras trêsvítimas. Ninguém foi preso. Segundo a Polícia Civil, ainda nãohá informações sobre o motivo do crime, ocorrido pouco antes da1 hora. Quatro corpos foram encontrados no interior da casa, queestava com as portas trancadas. A Polícia Militar foi a primeiraa chegar ao local, acionada por vizinhos. Uma das linhas deinvestigação é de que os assassinos procuravam Tadeu e mataramas outras pessoas para não deixar testemunhas.Hortolândia - Em Hortolândia, três rapazes, doisadolescentes, foram mortos na sexta-feira, no JardimEstrela, com tiros na cabeça. Os corpos foram deixados em umarua do bairro, a poucos metros uns dos outros. Um adolescente sobreviveu e está internado em estadograve no Hospital das Clínicas da Unicamp. A Polícia Civil nãoinformou detalhes sobre o caso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.