Cinco 'nanicos' ficam de fora dos debates na TV

A legislação eleitoral determina que apenas os candidatos à Presidência de partidos com representantes no Congresso tenham participação garantida nos debates na televisão. Mas os candidatos de legendas nanicas reclamam e procuram alternativas judiciais para entrar nos eventos futuros.

Lucas de Abreu Maia, O Estado de S.Paulo

05 Agosto 2010 | 00h00

São cinco os candidatos ao Planalto que ficarão de fora do debate de hoje, da Rede Bandeirantes, no qual se enfrentarão Dilma Rousseff (PT), José Serra (PSDB), Marina Silva (PV), e Plínio de Arruda Sampaio (PSOL).

Anteontem, o TSE negou por unanimidade o pedido de Zé Maria (PSTU) para participar do debate de hoje. O candidato vai recorrer. "Não é possível que os donos das emissoras possam decidir quem merece mais destaque". Em protesto, o PSTU programou um "tuitaço" - mobilização na rede de microblogs Twitter - para as 15h de hoje.

Além de Zé Maria, estão fora do debate Levy Fidelix (PRTB), Ivan Pinheiro (PCB), José Maria Eymael (PSDC) e Rui Costa Pimenta (PCO).

Os nanicos reclamam também da cobertura jornalística da corrida presidencial pelos telejornais, que os ignora.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.