Cinco são presos após incêndio de ônibus no Rio

Cinco pessoas foram presas na noite desta segunda-feira depois de um ônibus ter sido incendiado na Estrada do Camboatá, em Costa Barros (Baixada Fluminense). O ataque teria sido motivado pela morte de Maurício Guedes Nascimento, de 18 anos, ocorrida durante confronto entre policiais militares do 20.º Batalhão (Mesquita) e traficantes da Favela Nova Esperança. Segundo o comando do batalhão, os policiais foram à comunidade procurar os criminosos que assassinaram dois PMs no sábado. A polícia afirma ter sido recebida a tiros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.