Cinegrafista morre atingido por trem de pouso de avião no PR

O cinegrafista Everson Laurindo, 26 anos, morreu no início da tarde desta sexta-feira ao ser atingido pelo trem de pouso de uma aeronave na pista do Aeroporto Capitão João Bussi, em Apucarana (400 quilômetros de Curitiba). Laurindo fazia filmagens no local. O acidente, ocorrido por volta das 14h20, aconteceu no momento em que o avião prefixo PR-MMS que transportava um grupo de empresários norte-americanos decolava em direção ao Aeroporto de Congonhas, em São Paulo.Everson havia sido contratado pela empresa Sagitários, de Apucarana, especializada em filmagens, produção de vídeos e fotografias e acompanhava a comitiva de investidores. Segundo testemunhas, ele estava em um local proibido, pois chegou a invadir a pista. "Isso é bem provável, pelo local em que ele foi encontrado", disse o soldado Pícolo, do Corpo de Bombeiros local. Por causa do acidente, o aeroporto ficou cerca de uma hora fechado. O equipamento do cinegrafista foi apreendido pela polícia que irá investigar o caso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.