Ciro diz que é ''erro'' ingerência de Lula no governo Dilma

O ex-deputado Ciro Gomes afirmou ontem, em Fortaleza, que o ex-presidente Lula "cometeu um erro" ao ir a Brasília intermediar a negociação do governo com a base aliada no auge da crise política envolvendo o ministro-chefe da Casa Civil, Antonio Palocci. "Se quer ajudar (a presidente), passa um telefonema'', afirmou Ciro. E acrescentou: "O Brasil não pode ficar refém de um só pessoa, ficar na dependência do Lula, do Ciro, da Dilma". Para ele, a atitude de Lula tirou capital político da presidente.

Carmen Pompeu, O Estado de S.Paulo

31 de maio de 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.