Ciro ''prevê'' trocas em pelo menos mais dois ministérios

O ex-ministro Ciro Gomes voltou a criticar no final de semana o governo do qual seu partido, o PSB, é aliado. Sobre a queda do ministro Nelson Jobim, ele disse que "virão outras". Em palestra proferida durante um ciclo de debates do PSB, em Fortaleza, ele arriscou uma previsão: devem ser substituídos, na sequência da "faxina" da presidente Dilma Rousseff, os ministros do Turismo, Pedro Novais, e das Cidades, Mário Negromonte.

, O Estado de S.Paulo

08 Agosto 2011 | 00h00

"A saída de Jobim foi uma crônica de uma morte anunciada", comentou, "mas virão outras. São graves as situações dos Ministérios das Cidades, do Turismo, do Transporte e da Petrobrás. Pode fazer uma fila aí. Hoje Brasília vive o segredo do polichinelo. A imprensa escolhe o escândalo que quer novelizar", afirmou ele, que considerou "acertadas" as demissões dos ministros Antonio Palocci (Casa Civil), Alfredo Nascimento (Transportes)e Nelson Jobim (Defesa).

A presidente Dilma, segundo ele, herdou "um fim de governo Lula com todos os sintomas de descalabros". No entanto, advertiu, a presidente "não pode chegar desfazendo tudo do governo Lula. Mas terá de trocar boa parte do ministério". / LAURIBERTO BRAGA, ESPECIAL PARA O ESTADO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.